terça-feira, 29 de maio de 2018

Conversas d'Ouvido com River

Entrevista com River, alter-ego do cantor e compositor João Pedro Pereira, que mergulha nas águas de uma dream pop delicada, pincelada com uma voz penetrante. Nas linhas que se seguem, descobrimos um músico que se rendeu ao talento de Príncipe, um dia gostaria de colaborar com Tiago Bettencourt e Emmy Curl e no futuro planeia (quem sabe), editar o seu debut. "Sempre sonhei em vestir uma nova pele, sem que essa ofuscasse a essência do João"... é sob este premissa que o músico se reinventou e se apresenta perante o Ouvido Alternativo para uma descontraída conversa...


Ouvido Alternativo: Como surgiu a paixão pela música?
River: Começou cedo, mais concretamente quando tinha 12 anos. Foi com a disciplina de música que desenvolvi o primeiro contacto com esta área. 

Como surgiu o nome River? River é um alter-ego?
Pode-se dizer que é um alter-ego. 
Estava a passar na rádio uma música do Leon Bridges intitulada “River” e deu-se o clique.
A meu ver é um nome curto, simples e versátil!

Queres apresentar-nos quem te acompanha neste projeto?
Neste momento trabalho apenas com o meu produtor Gualter Sal e a Andreia Godinho na parte da guitarra.

Como gostas de descrever o teu estilo musical?
Um Dream Pop com nuances melancólicas. 

Para além da música, tens mais alguma grande paixão?
Trabalho como assistente num cabeleireiro e ainda estou ligado às artes do espetáculo, acabei a licenciatura no ano passado.

Qual a maior vantagem e desvantagem da vida de um músico?
A liberdade criativa deve ser a maior das vantagens. Relativamente à desvantagem, muitas vezes sinto alguma pressão no que toca ao número de lançamentos, tona-se difícil agarrar o público com apenas uma ou duas faixas. 

Quais as tuas maiores influências musicais?
Jeff Buckley, Lana Del Rey, Lykke Li, Angus And Julia Stone e Dead Combo.

Como preferes ouvir música? Cd, vinil, k-7, streaming, leitor mp3?
Confesso que de vez em quando revisito o meu discman, ainda funciona perfeitamente. No entanto, o streaming facilita imenso o acesso e a difusão das faixas.

Qual o disco da tua vida?
"Ultraviolence" – Lana del Rey

Qual o último disco que te deixou maravilhado?
"Back to Black" - Amy Winehouse 

O que andas a ouvir de momento/Qual a tua mais recente descoberta musical?
Aqui há dias no Lx Factory descobri os Príncipe, fiquei maravilhado com o álbum deles.
Qual a situação mais embaraçosa que já te aconteceu num concerto?
Ficar sem som no microfone a meio de uma música.

Com que músico/banda gostarias de efectuar um dueto/parceria?
Cantar com o Tiago Bettencourt ou a Emmy Curl seria fantástico. 

Para quem gostarias de abrir um concerto?
Para alguém que tivesse uma energia semelhante à minha. 

Em que palco (nacional ou internacional) gostarias um dia de actuar?
Tenho um carinho especial pela Casa da Música, no entanto, gostaria de atuar no Teatro das Figuras (Faro) por me sentir em casa. 

Qual o melhor concerto a que já assististe?
Angus and Julia Stone no Nos Alive.

Tens algum guilty pleasure musical?
Madonna- "Like a Virgin"

Projetos para o futuro?
Gravar mais músicas e quem sabe um álbum.

Que pergunta gostarias que te fizessem e nunca foi colocada? E qual a resposta.
Quem é que serve de fonte de inspiração para as minhas letras? Em boa verdade escrevo sobre determinados momentos e cada pessoa tem um lugar especial no campo da criação. Pensando bem nem sei se deveria dar importância a certas situações, mas isto são os meus 25 anos a falar.

Que música de outro artista, gostarias que tivesse sido composta por ti?
Novo Amor - "From Gold"

Que música gostarias que tocasse no teu funeral?
"Wicked Game" - Chris Isaak

Obrigado pelo tempo despendido, boa sorte para o futuro.

Terminamos ao som de River e do single "Clouds".


Sem comentários:

Enviar um comentário

Follow by Email